Nome *
Data de Nascimento *
dia-mês-ano
E-mail *
Telefone *
Username *
Password * (duas vezes)

Mínimo 6 caracteres e sem espaços

Morada
Código Postal
Localidade
Profissão
Contribuinte
 

* Campos de preenchimento obrigatório




Confidencialidade
Siga-nos
Topo

    A culpa é da minha health coach – III

    Treinar o bem-estar. Lição #3

    Há muito a aprender. Depois de visualizar a mudança, tomar consciência, traçar objetivos, estava na hora de implementar novos hábitos.

    Tendo em conta o ritmo dos meus dias, precisava de ter à mão opções de snacks rápidas, fáceis, ‘on-the-go’ e uma das melhores que descobri foram os sumos verdes.

    Outra das sessões com a minha health coach serviu precisamente para aprender mais sobre estas bebidas e como incorporá-las no meu dia a dia. O sumo perfeito deverá ser constituído por legumes e fruta em igual quantidade e há inúmeras combinações para experimentar. Das receitas que testei, não houve uma que não tivesse gostado e há sempre ingredientes extra que funcionam como “a cereja no topo do bolo”.

    Esta foi, para mima, a forma ideal de ingerir mais água, mais vegetais e ainda mais fruta entre refeições, e de reforçar energias a caminho de uma apresentação ou de conseguir jantar nos dias em que nem forças, nem tempo tenho para preparar uma refeição completa.

    Há ingredientes extra que dão um sabor e textura únicos aos sumos, como o óleo de coco, por exemplo. Como este, há outros que desconhecia e que enchem as prateleiras dos supermercados de produtos biológicos e mais saudáveis. A questão é saber usá-los e tirar o melhor partido dos seus benefícios. Nada como tirar essas dúvidas com a minha health coach, à distância de uma mensagem de WhatsApp, como fiz ao longo dos meses. No meu caso, devido ao cansaço e fadiga acumuladas de noites mal dormidas, Teresa aconselhou-me a acrescentar raiz de maca aos sumos (e outras refeições). Este superalimento é ideal para aumentar os níveis de energia, promover a saúde mental e o equilíbrio do sistema hormonal.

    O meu desafio? Manter-me fiel a estas bebidas - quase milagrosas - todos os dias. Meta ainda em ‘work in progress’.

    Lição #3: aprender a adotar novos hábitos e descobrir os que funcionam melhor.

    De acordo com a coach, há cinco regras de ouro para mudar hábitos alimentares a partir do supermercado. Não são assim tão difíceis de decorar e um dos meus objetivos foi tê-las em mente em cada ida ao supermercado. Amanhã conto-lhe quais são.

    Veja mais em R3dação

    PUB