Nome *
Data de Nascimento *
dia-mês-ano
E-mail *
Telefone *
Username *
Password * (duas vezes)

Mínimo 6 caracteres e sem espaços

Morada
Código Postal
Localidade
Profissão
Contribuinte
 

* Campos de preenchimento obrigatório




Confidencialidade
Siga-nos
Topo

World Press Photo’ 17: a vencedora

A imagem correu o mundo quando foi captada, mas não gerou consenso entre o júri da prova.

A fotografia do assassinato do embaixador russo na Turquia, Andrey Karlov, por um polícia, captada pelo fotojornalista turco Burhan Ozbilici, venceu a 60ª edição World Press Photo, ainda que longe da unanimidade do júri.

A imagem de Burhan Ozbilici, que trabalha para a Associated Press, faz parte de uma série com o nome ‘An Assassination in Turquey’ (em português ‘Um Assassinato na Turquia’), que arrecadou ainda o galardão na categoria Spot News – Stories.

Esta sequência de imagens foi captada antes, durante e depois do polícia turco Mevlut Mert Altintas ter disparado vários tiros contra o embaixador, a 19 de dezembro de 2016, numa galeria de arte em Ankara, Turquia.

Na altura, a fotografia correu o mundo e gerou um intenso debate, já que havia quem defendesse que deveria ser divulgada e quem achasse o contrário.

Mais tarde, surgiu uma nova disputa, aquando a escolha desta imagem como a melhor do ano no World Press Photo of The Year, dado que os jurados deste prémio não conseguiram chegar a um consenso sobre a fotografia de Ozbilici.

De acordo com informações divulgadas em alguns meios de comunicação, na reunião decisiva, que decorreu no início do mês de fevereiro, em Amsterdão, os votos dos nove membros do júri repartiram-se 5-4 a favor da imagem vencedora.

De entre os votos contra, encontra-se o de Stuart Franklin, presidente do júri do concurso: "É a imagem de um assassinato, com o assassino e o morto, ambos na mesma fotografia, e moralmente é tão problemático como publicar um terrorista a decapitar a vítima", afirma Franklin, num artigo de opinião publicado pelo The Guardian.

É de mencionar que a imagem de Ozbilici se destacou de entre 80.408 fotografias analisadas pela organização não-lucrativa, e que o júri da prova atribuiu, ao todo, 45 galardões a 45 fotógrafos, provenientes de 25 países, divididos por oito categorias.

Veja mais em Lifestyle

PUB