Nome *
Data de Nascimento *
dia-mês-ano
E-mail *
Telefone *
Username *
Password * (duas vezes)

Mínimo 6 caracteres e sem espaços

Morada
Código Postal
Localidade
Profissão
Contribuinte
 

* Campos de preenchimento obrigatório




Confidencialidade
Siga-nos
Topo

    5 boas razões para treinar com os Ultra Boost X

    Fomos até Tróia experimentar os novos ténis de corrida da Adidas e saímos de lá com uma mão cheia de motivação para treinar na primavera.

    Quando o tema é motivação, todos os detalhes contam. E se for no âmbito desportivo, o que temos nos pés pode fazer toda a diferença. Concorda comigo? A Adidas reuniu um grupo de jornalistas em Tróia para dar a conhecer uma das grandes novidades no calçado de alto rendimento: os Ultra Boost X.

    Para quem já está familiarizado com a linguagem da marca, o nome não será totamente desconhecido. Na verdade, trata-se de uma nova versão do já existente modelo Ultra Boost e nós tivemos oportunidade de o testar num fim de semana desportivo no Tróia Resort.

    Entre dança, treinos intensivos de core, alongamentos e algumas caminhadas pela zona envolvente, só ficou a faltar mesmo a corrida, que foi atraiçoada pelo mau tempo. Mas estas atividades - a acrescentar a algumas outras entretanto realizadas já em casa - foram o suficiente para conseguir destacar cinco boas razões para não tirar os Adidas Ultra Boost X dos pés nos próximos treinos e corridas de primavera.

    1. É um modelo exclusivamente feminino.
    A nova versão dos UltraBoost está desenhada especificamente para o pé feminino. Com uma comodidade extra, apresenta um desenho que se adapta à curva mais acentuada dos pés femininos.

    2. O tecido ajusta-se ao pé.
    Chama-se Primeknit e trata-se de uma malha tricotada com um só fio, sem qualquer costura, e que envolve e se ajusta na perfeição ao pé, como nos explicou a atleta olímpica e marchadora portuguesa Susana Feitor, depois de ter dado uma aula.

    3. Calça-se como uma meia.
    Apesar de terem atacadores, é possível calçar os Ultra Boost X sem precisar de mexer nos cordões. Uma vez ajustados à medida ideal do pé, calçam-se e descalçam-se muito facilmente, graças ao tecido bastante elástico e flexível. Por esta razão, estão também indicados para triatletas, que precisam de uns ténis rápidos de calçar no parque de transição.

    4. A sola parece de ‘esferovite’ e esconde um segredo (ou melhor, três mil)
    O amortecimento é a cereja em cima do bolo deste modelo. A tecnologia Boost incorporada na sola - que faz lembrar a aparência de esferovite - inclui três mil cápsulas Boost que, além de darem maior densidade, permitem um impulso extra a cada passada. O impacto é suavizado e com bastante aderência, graças à terminação com borracha Continental, adequando-se a corridas de curtas, médias e longas distâncias, como uma maratona.

    5. São giros e há três tons à escolha.
    À primeira vista até se pode desconfiar do design, mais robusto do que o habitual em ténis femininos, mas no pé a visão é outra. Pelo seu estilo original e diferenciado, os Ultra Boost X destacam-se em qualquer look de treino, sobretudo nas versões preto/laranja e branco/cinza. Está disponível ainda em preto/cinza escuro.

    Preço: €179,95.

    Veja mais em R3dação

    PUB