[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

… Benedita Pereira

Atriz.

Nascida e criada no Porto, desde os 8 anos que sabia que queria ser atriz. Teve aulas de teatro no Balleteatro e participou em vários espetáculos durante a infância e adolescência, bem como pequenas participações na televisão. Foi aos 17 anos que conquistou o seu primeiro grande papel – a primeira protagonista da série ‘Morangos com Açúcar’. A partir daí, outros grandes trabalhos, em TV e teatro (‘Ninguém como Tu’, ‘Tempo de Viver’, ‘Ele é Ela’), foram surgindo, mas a vontade de ir estudar e trabalhar além-fronteiras acabou por ser mais forte e, aos 22 anos, mudou-se para Nova Iorque.

Por lá, estudou no Lee Strasberg Institute e noutras escolas onde experimentou diferentes técnicas. Fez cinema e teatro. Tornou-se mulher e trabalhou com pessoas de todo o mundo. Voltou para Portugal em 2015 para protagonizar a telenovela ‘Santa Bárbara’. Em 2016, já participou em três longas-metragens nos EUA e fez um espetáculo no Teatro do Bairro, em Lisboa.

Voltou agora a viver no Porto, ao fim de 13 anos, para trabalhar no espetáculo “Os Últimos Dias da Humanidade”, de Karl Kraus, em cena de 27 de outubro a 19 de novembro de 2016, no Teatro Nacional São João (TNSJ).

Mini Bio

Nome: Benedita Gonçalves Aires Pereira

Idade: 31 anos

Naturalidade: Porto

Presença online: Facebook | Instagram | Twitter

Nova Iorque

A cidade onde vivi mais tempo na “idade adulta”. Representa tanto para mim… Crescimento, diversão, sofrimento, ritmo, competição, arte, cultura, amor, ódio, loucura, aprendizagem. Não há outra cidade como esta. Há de tudo um pouco, sempre num ritmo alucinante. É uma cidade muito completa a todos os níveis, mas também muito dura. Para todos. Sem exceção. Ricos, pobres, brancos, pretos, amarelos, cristão, judeus, muçulmanos, mulheres, homens, crianças, atores, bancários, artistas, desempregados… só quem lá vive é que sabe do que falo. E toda a gente devia experimentar viver lá, nem que fosse só por uns meses. Do que tenho mais saudades? Da oferta cultural, nomeadamente espetáculos de teatro e exposições de arte, do Central Park, do ritmo acelerado, da mistura de nacionalidades e culturas a cada esquina.

Teatro

Sou uma ávida consumidora de espetáculos de teatro. Adoro ir ao teatro, e também sinto sempre aquela inveja miudinha quando vejo bons espetáculos e estou na plateia, mas o queria mesmo era estar no palco. É uma espécie de masoquismo, porque gosto dessa sensação. Vejo todo o tipo de espetáculos, desde os mais comerciais aos mais avant-garde. Destaques deste ano: ‘Blackbird’, na Broadway, com Michelle Williams e Jeff Daniels; ‘The Crucible’, de Arthur Miller, dirigido por Ivo van Hove, também na Broadway; ‘Constituição’ de Mickael Oliveira no Teatro Nacional D. Maria II.

Viajar

Trabalho para poder viajar. Quando era emigrante, acabava por viajar menos porque vinha a Portugal duas vezes por ano. Agora tenho mais tempo para explorar o mundo. Também gosto de repetir sítios ou explorar diferentes partes dos países. Adoro o Brasil, o México, a Califórnia (EUA) e de passear nas cidades europeias. A próxima grande viagem será por terras asiáticas. Ainda não fui à Ásia! Também gosto muito de ir para fora cá dentro e explorar as maravilhas do nosso país. A Costa Vicentina é das minhas zonas preferidas, mas também adoro a zona do Douro e tenho saudades de ir ao Gerês.

Família e amigos

São o meu pilar. Fazem-me feliz e gosto de, aliás, tenho como missão, fazê-los felizes. É o que levo de cada trabalho, viagem ou experiência: as pessoas com quem partilho os momentos, que passam a fazer parte da minha vida e da minha história. Muitos passam a amigos. Alguns não vejo durante anos, mas quando os vejo, é como se tivesse sido ontem. São amizades sinceras, sem exigências ou cobranças. São relações a sério sem serem sérias.

Filmes

Adoro cinema. Adoro um bom drama, um bom thriller, uma boa comédia (que são tão raras), um bom documentário. Adoro filmes antigos, filmes mudos. E filmes contemporâneos. Americanos, italianos, franceses, suecos e, claro, portugueses. A não perder agora ‘As Cartas da Guerra’, de Ivo M Ferreira. Alguns filmes favoritos: ‘Opening Night’, de John Cassavettes; ‘The Last Laugh’, de F.W. Murnau; ‘Persona’ de Ingmar Bergman; ‘Some Like it Hot’, de Billy Wilder.

Porto

A cidade que me viu nascer e crescer e que agora é tão diferente da cidade que deixei há 13 anos, para muito melhor. A oferta cultural é muito maior, toda a baixa portuense está revitalizada e cheia de sítios giros para jantar, beber um copo e mesmo dançar. O TNSJ e o Teatro Carlos Alberto (TeCa) estão com uma ótima programação, Serralves é sempre bom visitar. Em termos de vida noturna, gosto do restaurante Brick, nos Clérigos, do Cozinha dos Loios, perto do Largo dos Lóios, do Maus Hábitos para ir beber um copo, do Passos Manuel e do Plano B para dançar.

Música

Acompanha-me em todos os momentos da minha vida. Às vezes ‘uso-a’ para me motivar, para me dar energia, para relaxar, para dançar, para meditar, para sonhar, para soltar emoções. Gosto de todo o tipo de música, dependendo sempre da ocasião. Gosto de descobrir novas músicas e bandas. Uma das minhas músicas preferidas é o Libertango, de Astor Piazzolla.

Livros

Adoro ler e sou viciada em comprar livros. Compro a uma velocidade maior do que leio, por isso tenho uma lista de espera grande na prateleira. Na minha lista estão agora vários de Gonçalo M. Tavares, Clarice Lispector e Chico Buarque (que vieram da minha última viagem ao Brasil); Madame Bovary, de Gustave Flaubert, e neste momento estou a ler, por prazer e também para pesquisa para o espetáculo que estou a ensaiar, O Mundo de Ontem, de Stefan Zweig.

Maquilhagem e produtos de beleza

Adoro maquilhagem e produtos de beleza. Passo horas nas perfumarias. Gosto de me maquilhar e é das poucas coisas para a qual tenho jeito (sou péssima a desenhar ou em trabalhos manuais de qualquer tipo). Uso cremes da Caudalie para a cara, adoro os produtos de maquilhagem da MAC, que costumo comprar em Nova Iorque, mas também gosto de algumas coisas da Kiko. Os produtos essenciais para mim são um bom anti-cerne, blush e máscara de pestanas.

Veja mais em As escolhas de...

  • As escolhas de Driziinha

    Chama-se Andreia Gomes, mas os seus seguidores conhecem-na por Driziinha. Tem 37 anos e é mãe de dois. É influencer, enfermeira,...

    Joana de OliveiraSetembro 30, 2022
  • As escolhas de Joana Carreira

    Joana Carreira, mais conhecida por Ju, é autora do blog SIX the Blog e fundadora da marca de essenciais para a...

    Joana de OliveiraAgosto 1, 2022
  • As escolhas de Mariana In Style

    Chama-se Mariana Galhardas, mas deve conhecê-la por Mariana In Style, tem 24 anos e divide o seu tempo entre terminar o...

    Joana de OliveiraJulho 7, 2022
  • As escolhas de Rafaela Granado Pereira

    Para Rafaela Granado Pereira estar em frente às câmaras é super normal. Apresentadora de televisão e criadora de conteúdos para o...

    Joana de OliveiraMaio 30, 2022
  • As escolhas de Inês Teixeira

    Inês Teixeira tem 18 anos e frequenta o primeiro ano da licenciatura de Ciências da Comunicação. A nossa convidada da rubrica...

    Joana de OliveiraAbril 29, 2022
  • As escolhas de Bárbara Tomaz

    Bárbara Tomaz é a nossa quinta convidada da rubrica “As escolhas de…”.  Apaixonada por fotografia, descobriu há alguns anos que podia...

    Joana de OliveiraMarço 25, 2022
  • As escolhas de Mariana Castro Moreira

    Mariana Castro Moreira é a nossa quarta convidada da rubrica “As escolhas de…”. Trabalha como criadora de conteúdos e a moda...

    Joana de OliveiraFevereiro 22, 2022
  • Sorrialista

    Mais conhecida por Sorrialista, Bárbara Moreira é a nossa terceira convidada da rubrica “As escolhas de…”. É no Instagram que partilha...

    Joana de OliveiraJaneiro 20, 2022
  • Catarina Gama

    A segunda mulher inspiradora que convidámos para fazer parte da nossa rubrica “As escolhas de…” é a Catarina Gama. A Catarina...

    Joana de OliveiraDezembro 18, 2021

PUB