[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Epic Sana Algarve: 3 dias parecem muitos mais.

Acabo de chegar de umas miniférias. Na verdade, foram só três dias e é incrível como três dias fora, no local certo, com as condições certas, podem fazer tanto por nós. Estou absolutamente revigorada!

Cheguei com a família ao Algarve na sexta-feira à tarde e descobrimos todos que o Epic Sana Algarve já estava em modo de Páscoa. À nossa espera na suite tínhamos uma surpresa gigante: dois tabuleiros com ovos, puzzles, coelhinhos, chupa-chupas… tudo de chocolate. Antes que pudesse tirar uma fotografia ao conjunto, os miúdos lançaram-se sobre os doces e comeram até não poderem mais.

Check-in concluído (no Epic Sana Algarve, tratamos dessas coisas no quarto) e malas desfeitas, fui conhecer o empreendimento… de buggy, enquanto as crianças ficaram a correr na relva, todas contentes. Além das suites térreas em que ficámos, e que são ideais para famílias com crianças pequenas, existem suites em duplex e, num edifício à parte, apartamentos T0 e T1, que servem sobretudo para estadas mais prolongadas e independentes. É junto a este edifício com piscina própria que fica também o kids club.

No edifício principal do hotel, ficam os quartos mais apropriados para hóspedes sem crianças. A política do hotel não proíbe qualquer tipo de utilização, mas recomenda a separação entre famílias maiores e menores, por questões lógicas de espaço e ruído, e eu penso: “Aqui está uma boa ideia, porque deve ser aborrecido para quem não veio com filhos ser acordado às sete da manhã com um ‘Mãe, quero papa’ do quarto ao lado.”

É também no edifício principal do hotel que ficam os dois restaurantes e o bar do hotel, a piscina interior, o spa e o ginásio. Já se está a perceber de onde veio a minha sensação de descanso, verdade? Já lá vamos.

Antes disso, começamos a noite no bar do hotel com um workshop de gin. O barman Tiago ensina-nos as particularidades de cada marca e demonstra como se prepara um bom gin. Como cada composição é distinta, devemos eleger condimentos diferentes. É genial vê-lo queimar rosmaninho para aromatizar um copo e sentir o sabor a lareira quando provamos a mistura final.

Sábado é outro dia. Acordamos de manhã como o tradicional ‘Mãe, quero papa’, felizmente um pouco mais tarde do que o habitual! O sofá cama que serviu lindamente de cama para as crianças deixa de ser suficiente para as brincadeiras, e a cama de 2 por 2 metros em que dormimos é grande o bastante para preguiçarmos os quatro enquanto o dia se levanta. O jardim, do lado de lá das janelas, tem pinheiros altos e pássaros gordos a saltar de ramo em ramo. Nós brincamos às princesas, porque a cama tem um dossel.

Eu adoro pequenos-almoços, e o que temos para começar este dia é tão diversificado que ficamos ali, no restaurante, quase uma hora, a experimentar o pão, os queijos, os iogurtes, as frutas, os shots de sumos de fruta e as guloseimas… Depois, as crianças vão para o Little Stars, onde a Miriam as recebe tão bem que não se importam mais connosco. É altura de os adultos desfrutarem também!

No ginásio do hotel, há aulas de grupo e uma sala de máquinas. Depois de uma hora de treino, na passadeira, na bicicleta estática e nos pesos, subo até ao spa do Sayanna Wellness, onde faço uma massagem mesmo relaxante. A seguir ao almoço, enquanto uns dormem a sesta, eu vou com o meu filho mais velho a um workshop de chocolate. Ficamos a saber tudo sobre a confeção de ovos da Páscoa, e prometo que mostrarei os meus dotes em breve…

Com a família inteira desperta, encaminhamo-nos para a piscina interior – apesar de estar sol, não nos atrevemos a entrar numa das três piscinas exteriores. A ideia não foi má. A piscina tem uma profundidade máxima de cerca de um metro, o que a torna a favorita das famílias. Nós divertimo-nos imenso e ajudámos os pequenos a dar umas braçadas sem medo – nós e as restantes famílias. Mais uma vez, bem pensado: quem não estiver com crianças, pode ir descansado para a piscina do Sayanna Wellness desfrutar do silêncio e de uma natação tranquila, porque, ali, não entram crianças.

Planos para jantar? Vamos ao restaurante Abyad, que à noite serve buffet. Enquanto as crianças se deliciam com a sopa de cenoura e o borrego no forno (preferindo-o ao esparguete à bolonhesa), nós, os adultos, abrimos o jantar com uma sopa de peixe, passamos para uns canivetes abertos na chapa e terminamos com lombos de dourada fresquíssima a la plancha, feitos à nossa frente. Meu deus, que delícia! Bom, fechamos a refeição com uma tábua de queijos, só para disfarçar o nosso fanatismo pelos sabores do mar.

Domingo. Já é domingo? Oh, não! Não queremos ir embora. Depois do pequeno-almoço, ainda vamos à piscina, corremos pela relva, descemos à praia só para por os pés na areia e aproveitamos o late check-out para sairmos depois do almoço.

Regressamos casa a querer ficar mais tempo e pensamos que os próximos fins de semana serão prolongados. Será que voltamos ao Algarve e repetimos a experiência Epic Sana Algarve? Vontade não falta.

Veja mais em R3dação

PUB