[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Mulheres inspiradoras

A Evax junta três embaixadoras inspiradoras que pretendem incentivar as jovens mulheres a perseguirem os seus sonhos.

“Ninguém pode inspirar mais uma menina do que uma mulher inspiradora”. Foi com este mote que a Evax juntou a piloto todo-o-terreno Elisabete Jacinto, a primeira cientista-astronauta portuguesa, Ana Pires, e a piloto comercial de aviões Joana Guerreiro nas “Conversas InspirAdoras by Evax” no Instagram. A iniciativa decorre no âmbito do projeto ‘Evax InspirA-te’, que se baseia no princípio de que as jovens portuguesas podem ser o que quiserem. Quisemos saber mais sobre o percurso das três embaixadoras e sobre aquilo que foi determinante na perseguição dos seus sonhos.

Elisabete Jacinto – Piloto de camiões

evaxElisabete_709

1. Quais os obstáculos com que se deparou, pelo facto de ser mulher, numa área profissional dominada, maioritariamente, por homens?

Talvez o maior de todos os obstáculos tenha residido na grande dificuldade em conseguir ter credibilidade. Ao longo destes anos percebi que, uma parte significativa das pessoas, fazia o seguinte raciocínio lógico: “O todo o terreno é uma modalidade difícil quer seja feito de moto ou de camião.” Nisso estamos todos de acordo! “Contudo, se há uma mulher o consegue fazer… então é porque, afinal, não é assim tão difícil. Por essa razão o seu desempenho não deve ser valorizado!” Percebi também que, se fosse estrangeira até poderia ter o beneficio da dúvida, as pessoas até poderiam aceitar o facto de ser um bom piloto e de ter a capacidade de superar todas as dificuldades… mas, por ser portuguesa, acabaria por não ser vista da mesma maneira. Foi preciso, realmente, chegar ao topo para conseguir a credibilidade que procurei durante todos estes anos.

2. Alguma vez se sentiu prejudicada pelo facto de ser mulher? Alguma vez se sentiu vítima de preconceito?

Sim, senti-me várias vezes prejudicada e, em várias situações o preconceito jogou contra mim mas, confesso, noutras ocasiões jogou a meu favor. Tentei sempre enfrentar as várias situações com inteligência e bom senso e, em algumas momentos, consegui tirar partido desses preconceitos. Noutros, a opção foi ignorar. O meu objetivo era grande demais para me deixar bloquear pelos preconceitos sociais. Estava determinada a conseguir chegar onde queria e provar que não tinham razão se pensavam que não ia ser capaz só pelo facto de ser mulher.

3. O seu exemplo ajuda a desbravar o caminho para outras mulheres. Qual a sua mensagem para uma jovem que pretenda singrar numa área como a sua, ainda maioritariamente atribuída a homens?

Diria que, se o objectivo é vencer, temos de apostar na qualidade técnica. Temos de ser muito boas naquilo que fazemos… apostar sempre na qualidade em toda e qualquer situação. Em segundo lugar temos de ter muito cuidado com o nosso comportamento, devemos ser exemplares e a inteligência e o bom senso têm de ser a nossa principal ferramenta para se atingir o sucesso.

4. O que falta fazer, em Portugal, pela igualdade de direitos das mulheres?

Faz falta apostar numa educação de qualidade livre de estereótipos de género. Para isso é importante ir apostando numa profunda mudança de mentalidade. Dar visibilidade a homens ou mulher que consigam ter sucesso em áreas que tradicionalmente não lhe eram destinadas, é um princípio… pois faz com que as pessoas se questionem, que pensem sobre o assunto. Esta campanha da Evax é um bom exemplo daquilo que deve ser feito e que consiste em mostrar às jovens exemplos …pois são os exemplos que inspiram e a sociedade precisa de modelos. Na maior parte das vezes agimos de uma forma espontânea, condicionados por uma infinidade de estereótipos de género dos quais nem temos consciência. Por que razão uma mulher não pode fazer corridas de camiões ou ser Presidente da República Portuguesa? O facto de nenhuma o ter feito antes não é razão para não ser considerado uma possibilidade. Mas a verdade é que partimos do princípio que, se nenhuma mulher o fez é porque não é para mulheres! Este é um princípio errado.

5. O que mais a inspira a perseguir os seus sonhos?

Durante todos estes anos a minha luta era a de tentar perceber até onde conseguia chegar. Queria libertar-me dessas amarras sociais que tentam limitar as capacidades das mulheres. Conseguir ser um exemplo inspirador para as jovens é algo que recompensa o esforço que desenvolvi durante todos estes anos.

Ana Pires – Cientista Astronauta

evaxAna_485

1 . Fico feliz por saber que sou um exemplo. Gostaria de salientar que represento muitas outras mulheres que são também exemplos na sociedade e muitas outras investigadoras que trabalham nesta área. A minha principal mensagem é que, independentemente de ser uma área de homens ou não, trabalhamos sempre com paixão e dedicação. A principal mensagem que gostaria de passar é, acima de tudo, fazermos o que mais gostamos e não termos receio das áreas das Ciências, da Tecnologia, da Engenharia e da Matemática. Estas áreas podem levar-nos a outros lugares. Até, quem sabe, levar-nos a “voar” a outros planetas! Como uma das orgulhosas embaixadoras da Campanha “InspirA-te” da EVAX, gostaria de passar a mensagem de que podemos ser tudo o que quisermos! Sem limites!

2. Os obstáculos com que me deparei ao longo da minha vida, não foram pelo facto de ser mulher. Mostrar todos os dias o que valemos, prová-lo todos os dias, trabalhando com empenho e muito esforço, por vezes mais do que os outros, para conseguirmos atingir outro nível e conseguirmos provar a nossa capacidade. Gostava que existissem mais campanhas como a da Evax que tornassem mais fácil e mais rápido perceber que podemos acabar com os estereótipos de género e que podemos ser tudo aquilo que quisermos.

3. Não. Felizmente nunca senti. O sentimento foi sempre de “luta”, de ter de dar sempre mais do que os outros para mostrar o meu valor e capacidade, todos os dias. É isso que se pretende promover com a Campanha “InspirA-te” da EVAX, através de histórias e experiências reais, de forma a ajudar as jovens portugueses a nunca sentirem nenhuma forma de preconceito.

4. Nada! Tenho a convicção de que na minha área as mentalidades são diferentes e que atualmente tudo acontece de uma forma natural. E é assim que nós, mulheres, temos que encarar a nossa vida pessoal, profissional, de uma forma muito natural e deixar que tudo aconteça. A sociedade está muito mais aberta agora, já se conseguiram muitas vitórias e todos os dias nós, mulheres, conquistamos o nosso espaço e podemos conquistar o Universo. Não há limites para aquilo que uma mulher pode fazer! É uma honra poder divulgar a campanha da EVAX, que promove este “poder” que as mulheres têm, e que cada jovem tem a capacidade de vir a ter.

5. Aprendizagem. Todos os dias quero aprender, tenho curiosidade em saber mais, em falar outras “línguas” ligadas à engenharia, tecnologia e robótica. É isso que me faz acordar e levantar, é poder fazer ciência, desenvolver tecnologia e viver cada dia de uma forma intensa e com paixão por aquilo que faço.

Joana Guerreiro – Piloto Comercial

evaxJoana_513

1. Fico muito feliz se puder contribuir para o aumento do número de mulheres na minha profissão. É importante que as “mulheres de amanhã” tenham conhecimento de que é normal ter um gosto peculiar para uma profissão muito específica. Esta campanha é muito importante para a divulgação de outras saídas profissionais para além daquelas que são tidas como as mais habituais. Um dos comentários que mais oiço por parte de novas amizades é precisamente: “Tu és piloto de aviões? Mas és tão normal!”. Penso que isto diz tudo, todas as mulheres podem ter uma profissão diferente, aquela que quiserem, se assim o desejarem. Por vezes deparo-me com o espanto de jovens raparigas ao verem uma mulher ou até duas mulheres “aos comandos” ainda julgando ser uma profissão apenas masculina. Projetos como este são muito importantes para a divulgação de novas oportunidades profissionais que muitas jovens desconhecem. Claro que há uma série de especificidades físicas e psicológicas inerentes à nossa profissão que são bastante rigorosas bem como o ritmo de estudo que pode ser por vezes alucinante, mas a mensagem deverá ser a de que se uma mulher quer, ela pode!

2. Felizmente já não vivi qualquer tipo de situação diferente por ser mulher; na altura em que eu ingressei na aviação (em 2006) esse obstáculo já tinha sido ultrapassado mas tenho conhecimento de pelo menos 2 colegas minhas, uma que tirou o seu Brevet pela aviação civil e outra que foi a primeira mulher piloto na Força aérea, e que tiveram de lidar com o facto de não haver casas de banho femininas nas Escolas de aviação ou de camaratas femininas, entre outros constrangimentos.

Tenho perfeita noção de que as mulheres pioneiras na aviação, em Portugal e no mundo, tiveram de provar não só que podem ser tão boas profissionais como os homens e por vezes até melhores para serem aceites no meio. De um modo geral uma das características que os homens nos apontam é sermos mais organizadas e mais estudiosas. Eu continuo a ter os meus apontamentos sublinhados com canetas fluorescentes de todas as cores e brincam comigo por esse facto por vezes.

3. Prejudicada não. Mas vítima de preconceito sim: “-Este mundo vai de mal a pior, até já deixam as mulheres ser piloto”. Prefiro não divulgar o que respondi mas posso garantir que não me fiquei. Tenho bastante poder de encaixe mas também tenho os meus limites como todas as pessoas. Não gostei mesmo do comentário mas felizmente foi filho único em 14 anos que já levo desta profissão.

4. Temos de ter noção que poderemos ser olhadas de forma diferente pelo público mas creio que isso acontece quando é a primeira experiência feminina para o nosso passageiro, ou seja, por espanto ou admiração por nunca terem sido “conduzidos” por uma mulher piloto. Já nem o céu é limite. Ser piloto não é uma profissão mas um estilo de vida. Meninas INSPIREM-SE e aproveitem esta oportunidade.

5. Todos os dias são diferentes. Todos os dias são um novo desafio, colegas diferentes, destinos diferentes, passageiros diferentes. Todos os dias são uma nova aprendizagem, cada dia nos enriquece, cada dia me leva à sensação de missão cumprida. Cada dia e cada voo é uma nova inspiração. Todos os dias me sinto grata por ter uma profissão que considero de sonho. Espero que, com o meu testemunho, muitas outras mulheres possam perceber que podem realizar os seus sonhos.

Veja mais em Sociedade

  • Stylish!

    Já comprou os seus óculos de sol para o verão? A Mr. Wonderful tem a proposta ideal: a nova coleção de...

    Leonor Antolin TeixeiraJunho 17, 2020
  • Um piquenique ao pôr do sol…

    A sugestão é do Memmo Baleeira, de forma a assinalar o solstício de verão, que se assinala a 20 de junho....

    Leonor Antolin TeixeiraJunho 17, 2020
  • As crianças e o vírus

    ‘Brigada Antivírus‘ é o nome do atelier educativo que o Museu da Farmácia coloca em prática e que ensina às crianças,...

    Leonor Antolin TeixeiraJunho 15, 2020
  • Junto da Natureza…

    Tem planos para os feriados de junho? A Quinta dos Machados – Nature, Love and Relax, turismo rural e spa, vai...

    Leonor Antolin TeixeiraJunho 5, 2020
  • À distância de um clique…

    Se é fã dos vinhos da Herdade Cortes de Cima, saiba que, a partir de agora, estão disponíveis online. Fazer chegar...

    Leonor Antolin TeixeiraJunho 2, 2020
  • Clementoni Portugal entrega brinquedos a crianças internadas no IPO Lisboa

    A Clementoni, empresa multinacional de brinquedos, acaba de doar brinquedos a todas as crianças que se encontram internadas no IPO Lisboa...

    LuxWOMANJunho 1, 2020
  • Online, solidária e 100% portuguesa

    É assim a nova edição do Kids Market. Organizado por Filipa Cortez Faria, nutricionista e influencer, autora do blog FILIPA Lifestyle...

    Leonor Antolin TeixeiraMaio 29, 2020
  • Lutar contra estereótipos

    Sabia que fatores como a genética, as hormonas, o ambiente, os aspetos biológicos e psicológicos de cada um de nós, o...

    Leonor Antolin TeixeiraMaio 21, 2020
  • SOS Animal bate recorde de apadrinhamentos

    A SOS Animal desenvolveu uma parceria com a cerveja Lagunitas para incentivar o apadrinhamento de cães durante o período de quarentena....

    Leonor Antolin TeixeiraMaio 14, 2020

PUB