Nome *
Data de Nascimento *
dia-mês-ano
E-mail *
Telefone *
Username *
Password * (duas vezes)

Mínimo 6 caracteres e sem espaços

Morada
Código Postal
Localidade
Profissão
Contribuinte
 

* Campos de preenchimento obrigatório




Confidencialidade
Siga-nos
Topo

    Os exercícios que faço estão a resultar?

    Ao analisar a composição corporal (e não só!), o TomTom Touch ajuda a responder a esta dúvida com um simples toque no botão.

    “Mais um monitor de fitness… O que terá de novo?”, pensei, quando me propuseram experimentar o TomTom Touch. Já testei alguns e a verdade é que a oferta no mercado neste momento é tanta, que fico sempre indecisa quando me pedem para recomendar um.

    O TomTom Touch foi lançado em setembro de 2016 e a grande diferença para outros monitores de fitness é que combina a análise da composição corporal com monitorização de passos, horas de sono e ritmo cardíaco.

    O que é que isso significa? Que esta elegante pulseira – disponível em preto, vermelho, roxo e azul, por €149 - pode tornar-se, ao mesmo tempo, naquele amigo super simpático que lhe diz “boa, o treino de hoje rendeu mesmo!’, ou no menos encantador, que informa “Ups, parece que vais ter de te esforçar mais um poucopara queimar aquelas calorias”. Seja em que treino for.

    De uma forma ou de outra, é uma ajuda preciosa para sabermos, de imediato, qual é o nosso nível físico e a progressão ao longo do tempo, sem ter de recorrer a uma balança especializada. É que basta pressionar o botão do TomTom Touch para conseguirmos saber qual a percentagem de gordura corporal e de massa muscular do corpo.

    Este monitor de fitness foi assim criado para ser utilizado durante todo o dia, incluindo à noite, uma vez que recolhe informações das horas de sono, o ritmo cardíaco, calorias queimadas e o número de passos.

    Basta ligá-lo ao smatphone para receber notificações e ver as estatísticas e os gráficos de desempenho. E sempre que se orgulhar dos resultados, pode partilhá-los com a sua rede de amigos.

    Durante os meus testes, o TomTom Touch nem sempre foi um amigo simpático (mais treinos precisam-se!), mas não o posso propriamente culpar, não é?

    Veja mais em R3dação

    PUB