[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Uma semana em Marrocos

Marrocos é um destino de sonho. Com uma cultura bem diferente, é um país com uma beleza única e com muito para mostrar. Recentemente tive a oportunidade de viajar até lá e tenho a dizer que foi fantástico!

Foi uma viagem divertida e cansativa mas, acima de tudo, inesquecível. Pude visitar não uma, mas três das principais cidades de Marrocos: Tânger, Marraquexe e ainda Fez!

Tânger não foi o sítio de que mais gostei, mas foi lá que comprei as primeiras prendas! Umas especiarias para ajudar quem ressona (não para mim, claro) e um creme que, segundo o senhor da loja, é bom para hidratar a pele (mas, na verdade, tenho um pouco medo de usar porque não percebo nada do que está escrito na embalagem!).

Em Fez fiquei literalmente sem palavras. Andámos pelas ruelas da Medina e não me perdi não sei bem como! Com mais de nove mil ruas, a probabilidade era muita. E despistada como sou, só não aconteceu porque ia num grupo de 13 pessoas!

A visita aos curtumes, onde se podia observar o processo de lavagem das peles antes de serem tingidas, foi muito marcante. Ainda me recordo do cheiro, apesar de querer esquecê-lo, e até tiveram de nos dar um ramo de hortelã para o disfarçar. Mas, para melhorar, fiquei deliciada ao saber que em Fez se encontra também aquela que foi a primeira universidade do mundo, a Quaraouiyine, hoje uma mesquita, e que foi fundada por uma mulher!

Ao contrário do que seria de pensar, Marraquexe recebeu-nos com chuva! Aqui foi onde realmente tive a oportunidade de fazer compras. Trouxe as especiarias que a redação me pediu e alguns presentes de última hora. Partimos em grupo, mas acabei por me perder de toda a gente! No entanto, parti à aventura e fui fazer as minhas compras sem medos. Regateei muito e consegui tudo o que comprei por quase metade do preço que me pediam! No final das compras lá encontrei de novo o grupo e subimos ao Café Glacier, na praça Jemaa El Fna, para ver o cair da noite. E claro que não poderíamos ir embora sem jantar no meio de toda aquela confusão. Cuscuz, calamares, batatas fritas, espetadas… Estava tudo uma delícia!

Foi pena ter acabado, mas a verdade é que a minha barriga também já estava a pedir um descanso de toda a comida marroquina. E também é verdade que soube bem voltar a Lisboa. Mas muitas memórias ficaram e a vontade de um dia voltar também. Esta não foi a última vez que visitei Marrocos, disso tenho a certeza!

Veja mais em R3dação

PUB