[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Carolina de Almeida, editora digital

Sempre fui a mais tagarela da turma e hoje, trintona, continuo a falar pelos cotovelos. Nunca fui do tipo rebelde nem do atinado, e gosto tanto da primavera como do outono (mais do que do verão e do inverno). Sou muito feliz a dançar, a rir às gargalhadas com a minha família, a folhear a minha coleção de revistas ou a comer um croissant de massa doce no Porto.

Adoro o meu trabalho e todo o universo digital, sou louca por gadgets e viciada em trend hunting, seja de moda, decoração, tecnologia ou sociologia. Não gosto de café e refilo quando não sou bem atendida. Perco-me com produtos de maquilhagem, adoro Lisboa e há três anos que estou a tentar viciar-me em corrida (missão ainda por cumprir!). Sou mãe.

Mini Bio

Nome: Carolina de Almeida

Idade: 31 anos

Na equipa há…: dois anos (que passaram a voar!)

Presença online: Instagram | Twitter | Pinterest | Snapchat @cmajorn | LinkedIn

#danceallday

Dançar, o meu paraíso. É uma paixão séria que vem desde pequena, mas que nunca foi seguida com seriedade até há cerca de seis anos, quando entrei para a escola de dança e artes de palco Edsae. Hip hop, Lyricall Jazz, Afro Jazz, Contemporâneo, Kizomba, Salsa… já experimentei um pouco de tudo, mas estas foram as áreas em que mais investi. Muitas horas de ensaios, para umas quantas atuações por ano, todas amadoras, com os mesmos objetivos: aprender coreografias, treinar a memória, comunicar com o corpo e desenhar uma pequena obra de arte em movimento. É a dançar que me sinto plena. É a dançar que me encontro… É mesmo uma espécie de nirvana.

#tardesadeslizar

Quando era mais nova, dediquei um par de anos da minha vida à patinagem artística federada, no Sport Lisboa e Benfica, paixão que mantenho e que prossegue, agora menos artística, como um hobby perfeito para os dias soalheiros de primavera no paredão à beira-Tejo. E há dois anos que me passeio com os mais lindos patins do mundo, da Moxirollerskates. Não acreditam? Ora vejam a fotografia! Um dos melhores presentes de aniversário que recebi!

#brunch

O pequeno-almoço é a minha refeição favorita do dia e um bom brunch, a melhor forma de me deliciar. Não precisa de ter milhares de coisas nem demasiados alimentos quentes. Uns bons ovos mexidos, vários tipos de pão, croissants, queijos, compotas, scones… Tudo simples, delicioso e num lugar cool, cosmopolita ou familiar. Por isso, gosto tanto de voltar ao Kaffeehaus Lisboa, no Chiado, ou ao Choupana Caffe, na Avenida da República, ou ao Pão de Canela, na Praça das Flores. Ups, todos em Lisboa…

#cappuccino

Não gosto de café, mas a minha manhã não arranca da mesma forma se não beber um cappuccino. Todos os dias, na mesma caneca. Se me pedirem para eleger o melhor para saborear fora de casa, vou direta ao Café Saudade, em Sintra, e atiro-me ao delicioso Batido de Cappuccino (acompanhado de um Scone XL). Sabor e nostalgia num só golo. É de arregalar a vista e o paladar!

#digitaland

Apps, sites, blogs, vlogs, hashtags, redes sociais… Gosto de estar a par de tudo no mundo digital, mas esta é uma tarefa ingrata! Todos os dias, a cada minuto, há novos trilhos cibernéticos por explorar. Não é fácil estar sempre ‘ligada’ e esse estado pode facilmente levar-nos a viver numa bolha, alheadas da realidade. Por isso, mantenho-me incondicionalmente conectada ao que tenho de mais importante offline: a minha família, os meus amigos, os meus lugares favoritos e a partilha constante de memórias.

#flamingoaddict

Não tenho nenhuma explicação lógica para isto, mas adoro flamingos. A cor, a estética, as formas… Acho que fui contagiada pela febre da tendência que surgiu há uns anos e ainda não estou ‘curada’. Longe disso!

#babyD

A hashtag que inundou a minha vida. Sou mãe de um baby boy há menos de meio ano e ainda me sinto numa montanha-russa. A maternidade é a aventura mais arriscada e irreversível que podemos viver, com tudo o que isso tem de bom (e de menos bom). Perco-me nos mimos, mas sem esquecer a disciplina, registo tudo com medo que a memória falhe e para tentar abrandar o ritmo dos dias, que passam a correr. Aborrecem-me as peças de roupa com ursinhos mimosos, cores pastéis e padrões “de menino”, por isso vasculho a Internet em busca de lufadas de ar fresco (nem que seja só para comprar nos saldos!). Aqui ficam algumas: Tinycottons, Kidscase, Mini Rodini, Tobias and the Bear, Aden & Anais, Organic Zoo, Wolf and Rita e as ilustrações da Violeta Cor.de.Rosa, estas duas últimas made in Portugal.

Veja mais em As escolhas de...

  • As escolhas de Catarina Mira, atriz e autora do blog “Mira-me”

    Comecei a minha carreira como atriz e apresentadora ainda na adolescência. Com os meus tenros 21 anos de idade emigrei para...

    Patricia Toste de SousaNovembro 27, 2019
  • As escolhas de Rita Teixeira, do atelier Tento na Tinta

    “Gosto do lado bom da vida, do simples, aquele que me traz pessoas boas, as que me contam boas histórias, que...

    Patricia Toste de SousaSetembro 12, 2019
  • Mariana, a Miserável

    Fique a conhecer as escolhas da ilustradora.

    Carolina de AlmeidaMaio 7, 2017
  • Joana Vaz

    Conheça as escolhas da autora do blog Joanavaz.pt.

    Rita AleixoAbril 23, 2017
  • Maria Imaginário

    Descubra as escolhas da artista portuguesa.

    Rita AleixoAbril 16, 2017
  • Mariana Gemelgo

    Conheça a autora do blog ‘Fashions Inspires You’ e as suas escolhas.

    Rita AleixoAbril 9, 2017
  • Paula Perfeito

    Descubra as escolhas da autora do blog ‘Entre|Vistas’.

    Rita AleixoAbril 2, 2017
  • Rui Drumond

    Quais são as escolhas do cantor e autor português? Descubra-as aqui.

    Carolina de AlmeidaMarço 26, 2017
  • Helena Canhoto

    Descubra as escolhas da atriz e autora do blog ‘Miliuma’.

    Rita AleixoMarço 19, 2017

PUB