[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

O autoexame da mama também deve ser realizado por mulheres com implantes mamários

O mês de outubro, considerado o Outubro Rosa, recebeu esta designação para alertar e sensibilizar as mulheres para um diagnóstico precoce do Cancro da Mama através da realização do autoexame da mama. No entanto, devem as mulheres com implantes mamários proceder de forma diferente?

Cirurgião plástico especializado em cirurgia plástica, reconstrutiva e estética, David Rasteiro relembra que mesmo as mulheres que tenham optado pela colocação de implantes mamários de silicone devem realizar o auto-exame da mama. 

O facto de as mulheres terem implantes mamários não invalida a palpação mensal para despistar possíveis anomalias ao nível da mama e esse controlo deve manter-se”, afirma.

De facto, o autoexame deve ser realizado todos os meses, sete dias após a menstruação. Já no caso das mulheres na menopausa, deverão escolher um dia e realizar a palpação mensalmente.

David Rasteiro, Cirurgião Plástico

David Rasteiro é certificado pela Ordem dos Médicos com o número de cédula profissional 4493. Créditos: davidrasteiro.pt

David Rasteiro desmistifica, ainda, uma dúvida recorrente em relação às cirurgias de aumento mamário: Não há uma relação entre a prevalência do Cancro da Mama e os implantes mamários, pelo que a cirurgia de aumento mamário não influencia esta probabilidade. Na verdade, as mulheres com implantes mamários tendem a ter um maior acompanhamento das suas próteses pelo que acabam por fazer um controlo maior sobre a sua mama, explica.

Sinais de alerta a que devemos estar atentar

Em relação aos sinais de alerta, as mulheres devem observar toda a mama, incluindo o mamilo, aréola e axila. Além disso, devem, também,  estar atentas a:

  • Assimetria excessiva entre as mamas que não existia antes;
  • Um novo caroço;
  • Pele casca de laranja ou alteração da espessura da pele;
  • Secreções no mamilo;
  • Vermelhidão;
  • Erupções ou borbulhas.

Se encontrar um destes sinais ou até outro sintoma anormal, deve consultar o seu médico assistente. Mesmo que não detete nada, deve visitar regularmente um ginecologista ou o médico assistente.

Veja mais em saúde

PUB