Nome *
Data de Nascimento *
dia-mês-ano
E-mail *
Telefone *
Username *
Password * (duas vezes)

Mínimo 6 caracteres e sem espaços

Morada
Código Postal
Localidade
Profissão
Contribuinte
 

* Campos de preenchimento obrigatório




Confidencialidade
Siga-nos
Topo

Animação mostra que a sociedade limita a criatividade das crianças

Estarão a escola e os pais demasiado focados no currículo dos filhos? É o que questiona esta curta-metragem premiada, em oito minutos de vídeo. Dá o que pensar…

‘Alike’ foi considerada a melhor curta-metragem animada nos Prémios Goya, em 2016, e agora está a correr a Internet e a angariar milhões de visualizações – cerca de cinco milhões – e inúmeras partilhas.

A produção é da autoria de Daniel Martínez Lara e Rafa Cano Méndez e foca-se na relação entre um pai e um filho no seu quotidiano, com todas as rotinas impostas. Além disso, a história passa a mensagem de que o nosso sistema de educação poderá ser um grande limitador da criatividade das crianças.

“A educação das crianças até aos sete anos é excessivamente focada no currículo – ler, escrever e aprender Inglês. Estas coisas são muito importantes mas talvez nesta idade elas devessem estar a aprender a serem criativas e a trabalhar em grupo e outras qualidades mais adequadas do que saber contar em Inglês”, refere Daniel Martínez Lara, citado pelo jornal espanhol El País.

Este é um vídeo que incita a uma nova reflexão, sobretudo aos pais que se questionam qual é, efetivamente, a melhor educação para os seus filhos.

Veja mais em SOCIEDADE

PUB