[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Ciao Glory

Há uma nova pizzeria em Lisboa, ali mesmo à direita de quem sobe para o Elevador da Glória.

Os turistas, atarefados, amontoavam-se para subir para o elevador, o da Glória, apressados e de máquina em punho. Nós seguimos pelo passeio lateral da íngreme calçada, a da Glória, num ritmo mais calmo, e virámos na primeira à direita. “É tão bom olhar Lisboa ‘de fora’ e dar atenção aos seus encantos”, pensei.

Antes mesmo de virar para a rua, a da Gloria, a ardósia no chão indica-nos já o caminho para a nova pizzeria da zona. O seu nome? A versão inglesa da palavra mais repetida no texto até agora – ‘Glory’.

O toldo vermelho contrasta com o amarelo do prédio e, ao entrar, um espaço acolhedor, onde podem sentar-se pouco mais do que 30 apreciadores de pizzas italianas, dá-nos as boas-vindas. Reparo, de imediato, nos tampos das mesas com painéis de azulejos, detalhe que me remete para a tradição local, por oposição à decoração moderna do restaurante.

Ao fundo, a porta de ligação ao Turim Restauradores Hotel, ao qual pertence o Glory. Mas este pretende ser muito mais do que um restaurante de hotel.

Depois de um couvert com pâté manteiga de alho, pâté de tomate e azeite virgem extra, iniciámos a degustação com as bruschettas de sardinha, com tomate, rúcula e cebola, a entrada-estrela da carta do Glory, ao cruzar sabores italianos com produtos tipicamente portugueses.

O Chá Frio Glory foi a minha escolha para acompanhar toda a refeição, uma pausa fresca que veio mesmo a calhar com o calor que se fazia sentir lá fora.

A Bruschetta Chèvre (queijo Chèvre derretido, mel e rúcula), a Bruschetta Serrana (camembert fundido e presunto) e a Bruschetta de Salmão (salmão fumado, maionese de alho, salsa, cebola e limão), que não vieram para a mesa, também me aguçaram a curiosidade e ficam na memória para provar numa próxima vez.

É pelas bruschettas e pelas pizzas de massa fina – as minhas favoritas – que o Glory pretende enganchar o paladar dos clientes. E quando dizemos massa fina, é mesmo uma folha de pão ultrafino, em 12 variedades à escolha.

Neste almoço, pude provar três das 12 pizzas: Gamberi, Carpaccio e Capricciosa. A primeira conjuga mozzarella, espinafres, camarão e orégãos e foi a minha preferida. A segunda junta carpaccio de novilho, alcaparras, rúcula, azeite e orégãos e é uma das pizzas mais leves que já provei, perfeita para um dia quente de verão. Por último, a tradicional pizza italiana com cogumelos, fiambre, ovo, azeite, alho e orégãos.

Mas nem só de pizzas se constrói o menu desta pizzaria. Por lá vai encontrar ainda saladas, massas e risottos, destacando-se o Linguini Nero de Salmão e o Risotto de Cogumelos, e ainda uma opção de carne – Bife à Portuguesa na Frigideira – e outra de peixe – Lombo de Salmão com Ratatouille.

Mais: também a lista de sobremesas merece uma nota de destaque. Se for fã de mousse de chocolate, então deve provar a opção da casa e tentar adivinhar o que leva a receita. Deixamos-lhe uma pista: não leva ovos…

Detalhes:

Rua da Glória, 17, Lisboa

Aberto de segunda a sexta-feira, das 12h às 15h00 e das 19h às 23h. Ao fim de semana abre apenas para jantares, das 19h às 23h.

Reservas: tel. 915 957 337

Veja mais em R3dação

PUB