[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Vá para fora cá dentro: os 12 festivais que não pode perder este verão

1 de 2

Que Portugal está na moda, já todos sabemos e, também não é surpresa para ninguém, que os festivais nacionais estão se a tornar, cada vez mais, uma paragem obrigatória para os mais conceituados artistas do mundo da música.

Se Portugal se está a tornar um destino bastante apetecível para alguns dos cabeças de cartaz dos maiores festivais do mundo, o mesmo acontece com o público estrangeiro que coloca o nosso país na sua rota de férias anual, não apenas pela nossa privilegiada situação geográfica, mas também pela nossa oferta cultural, nomeadamente, os festivais de verão.

Assim sendo e como queremos que nada lhe falte, apresentamos os 12 festivais que não pode mesmo perder:

1-NOS PRIMAVERA SOUND

Já passaram oito anos desde que este festival se instalou na Invicta e todos os anos as expectativas são superadas. Com o Parque da Cidade como palco do evento, o NOS Primavera Sound oferece à cidade do Porto, uma oferta cultural ao nível das melhores cidades da Europa e, aos poucos, tem conquistado públicos de todas as naturalidades.

Pelo festival, já passaram nomes como Blur, Kendrick Lamar, Mac DeMarco, Bon Iver, A$AP Rocky  ou Tyler The Creator, o que diz bem da importância do evento, para a internacionalização do país, pois para alguma destas estrelas, o Parque da Cidade tornou-se a porta de entrada para chegar aos ouvidos portugueses. Se ainda não ficou convencido, não deixe escapar a edição deste ano, uma quase homenagem ao sexo feminino, com um cartaz que conta com Rosalía, Erykah Badu e Solange. Ao contrário de si, os Interpol e James Blake já se renderam aos encantos do festival e repetem a presença de anos anteriores, nesta edição, juntamente com um dos artistas mais ouvidos de 2018, o colombiano, J Balvin. Imperdível.

 

2- AFRO NATION

Outro dos festivais que não pode mesmo perder, vai se realizar no Algarve, em pleno Agosto, na praia. Se já está a pensar que é demasiado bom para ser verdade, pois mentalize-se porque é mesmo. O Afro Nation vai se realizar pela primeira vez no nosso país e vai-se instalar na Praia da Rocha, intitulando-se, o maior festival de música urbana na praia, na Europa, colocando a fasquia bastante elevada. O festival está recheado com alguns dos artistas mais emergentes da música, como Burna Boy, Davido e WizKid, que não o deixam resistir a dar um “pézinho” de dança com os seus trabalhos. Sol, calor, boa música e uma das melhores praias da Europa como pano de fundo, são alguns dos ingredientes que não vão faltar na primeira edição do evento.

 

3- Super Bock Super Rock

Tentámos evitar ao máximo não cair no erro de escolher festivais que estivessem há muitos anos instalados no nosso país e, se este até está há mais de duas décadas, a edição deste ano, além de celebrar o 25º aniversário, volta ao local que o viu crescer e isso merece ser destacado. Depois de muitos anos a realizar-se na Praia do Meco, o festival, devido aos recorrentes problemas com o pó e devido às limitações resultantes dos acessos ao local, mudou-se para o Parque das Nações. Apesar de ter assistido a algumas das melhores atuações de sempre em território nacional, como o concerto das estrelas, Kendrick Lamar e Travis Scott, a sensação que transparecia era a de que o festival não se sentia ” em casa”. Para celebrar este aniversário, a organização decidiu apelar ao coração dos festivaleiros e voltar às origens, artistas como Lana Del Rey, Kaytranada ou o trio mais bem sucedido da música atual, Migos, foram alguns dos convidados. Se qualquer edição do festival é imperdivel, nesta, pode ser parte integrante da história da música no nosso país.

 

4- Sumol Summer Fest

Se quer aproveitar os festivais de verão para planear a sua rota de férias e os dias de descanso, este ano, são poucos e não permitem grandes loucuras, o seu destino é a Ericeira. O Sumol Summer Fest ao longo dos anos foi ficando associado ao Reggae, também devido à intima ligação da vila com o surf e pela própria imagem do evento, no entanto, essa máscara tem vindo a desaparecer. Para isso, muito tem contribuído o cartaz diversificado, com uma aposta bastante forte no Hip-Hop, talvez pelo momento auspicioso de que vive este género musical. Depois de nas últimas edições, artistas como Post Malone, Sean Paul, Joey Badass ou French Montana, terem contribuído para o sucesso do evento e para a divulgação da vila por todo o mundo, este ano, a organização decidiu manter a aposta de sucesso. A edição deste ano será a 5 e 6 de julho e se decidir passar por lá, para além das longas filas que ligam o recinto ao centro, irá encontrar a música do americano Young Thug e da boys band do momento, Brockhampton. Duas estreias, dois concertos que, há alguns anos atrás, estávamos longe de imaginar que algum dia pudéssemos assistir no nosso país. Aproveite.

 

5- Neopop

Estabelecendo-se com um dos maiores embaixadores da cidade de Viana do Castelo para o mundo, o Neopop é hoje, um dos festivais de passagem obrigatória para qualquer verdadeiro festivaleiro. Influenciado pela música eletrónica, o festival nortenho é uma referência no que ao Techno diz respeito e por ele passam, todos os anos, alguns dos nomes mais respeitados do género. A edição do ano passado contou com nomes como Jeff Mills, Marco Carola, Nina Kraviz ou Ricardo Villalobos e este ano a organização promete não baixar a fasquia, confirmando nomes como, Amélie Lens, Ben Klock, Underworld e Richie Hawtin. Imagine o que é poder experienciar todo este espectáculo em pleno Forte Santiago da Barra, em Viana do Castelo, com o mar a perder de vista e certamente perceberá porque razão não pode perder este evento.

Leia mais na página seguinte

1 de 2

Veja mais em Música

PUB