[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Água


É muitas vezes esquecida e, devido à sua falta de ingestão, o nosso corpo acumula toxinas de forma exagerada. A água é o condutor universal e no nosso organismo é usada para hidratar e oxigenar os tecidos, para fluir os líquidos internos tais como o sangue e auxiliar na limpeza interna. Como ingerir: todos os dias, regularmente, até a urina sair transparente, de forma a “limpar” o corpo © Facebook Memobottle.

Aipo


Adorado por alguns e odiado por muitos. Apesar do seu sabor intenso, é rico em vitaminas e minerais e contém também uma boa quantidade de água, fazendo com que este alimento seja muitas vezes incluído em dietas 'detox'. A sua boa dose de fibra ajuda a saciar, mas os seus nutrientes auxiliam também na drenagem e desintoxicação hepática. Como ingerir: em sumos, sopas, bem picado com legumes salteados ou até numa salada © Visual Hunt.

Alcachofra


Auxilia na digestão e na desintoxicação hepática, através do aumento da produção da bílis. Como ingerir: pode-­se comer o coração da alcachofra em legumes salteados, por exemplo, ou ingerir infusão de folhas de alcachofra © Visual Hunt.

Abacate


Rico em várias vitaminas, minerais e gorduras, é o alimento mais alcalino que existe. Por ser alcalino é um alimento que auxilia no balanço ácido‐base do nosso organismo, proporcionando o seu equilíbrio e bom funcionamento. Como ingerir: numa salada, num pão barrado diretamente ou no famoso guacamole © Visual Hunt.

Alho e alho francês


Contêm um fitonutriente potentíssimo, que depois de esmagado, cortado ou triturado se transforma em alicina, um potencializador do nosso sistema imunitário e um desintoxicante natural. Como ingerir: em infusão, na comida como tempero, ou também cru, por exemplo numa fatia de pão com um fio de azeite e ervas aromáticas © Visual Hunt.

Beterraba


É rica em vitaminas, minerais, fibra e alguns fitonutrientes que lhe proporcionam a cor intensa. Tanto as suas vitaminas, como os seus fitonutrientes são potentes antioxidantes que combatem os radicais livres. Como ingerir: o seu sabor típico de terra é mais acentuado se ingerir cozinhado. No entanto, sugiro a beterraba crua, em saladas ou ligeiramente salteada. Não só dá cor como sabor e muita saúde © Visual Hunt.

Brócolos


Quer seja pelo Indol-3-Carbinol (fitonutriente), quer seja pelo glicosinolato, este é aquele alimento que é muito rico nutricionalmente mas não tem calorias. É uma boa ferramenta para tornar o nosso sangue mais depurado e um potente anti-­inflamatório. Como ingerir: preferencialmente cru ou salteado. Se cozer, não deixe cozer demais, pois as propriedades fantásticas que tem podem diminuir significativamente © Visual Hunt.

Cardo mariano


Planta que encontrarmos habitualmente em matas e que fugimos dela sempre que a vemos. No entanto é um maravilhoso desintoxicante hepático. Como ingerir: Infusão. Chá da planta à venda na Ervan'area – Chás, Infusões e Especiarias (https://www.facebook.com/ervanarea/). 50g, €2 © Visual Hunt.

Couves


São ricas em vitaminas, minerais e muita fibra, tendo várias características anti‐inflamatórias. São ainda ricas em clorofila, o sangue das plantas que também auxilia o nosso sangue, melhorando a oxigenação das nossas células. Como ingerir: num sumo, na sopa, em legumes salteados ou numa salada © Visual Hunt.

Erva-príncipe


Utilizada para a desintoxicação do fígado, rim e bexiga, é uma planta aromática com propriedades calmantes e protege e melhora a circulação sanguínea. Como ingerir: em óleo essencial, até pode ser incluído na comida,; 1 a 2 gotas num copo de água; ou, tradicionalmente numa infusão. Chá Erva-príncipe Ervital. 40g, €2,59. À venda no Brio.

Curcuma


Também conhecido como açafrão das índias, é talvez o alimento mais estudado pela sua ação anti­‐inflamatória forte, podendo ser potencializada quando juntamos pimenta, preferencialmente a preta ou a caiena. Como ingerir: crua, numa salada ou legumes salteados, num arroz ou massa, num sumo e sempre que quiser, não há limites! © Visual Hunt.

Dente-leão


É uma planta drenante, que auxilia a drenagem das toxinas do nosso corpo e aumenta ligeiramente a diurese. Como ingerir: infusão. À venda na Ervan'area – Chás, Infusões e Especiarias. 50g, €2.

Erva‐trigo


Este é um alimento que tem qualidades surpreendentes e que beneficia todo o nosso sistema, incluindo fígado, rins, o cólon e o sangue. Como ingerir: em sumos. Erva Trigo Pó Iswari, €8. À venda nos supermercados Brio.

Gengibre


É um vasodilatador natural que melhora a circulação sanguínea e tem propriedades adstringentes interessantes para o nosso organismo. Como ingerir: na comida, num sumo ou numa infusão © Visual Hunt.

Limão


Muito conhecido e sempre associado a processos de desintoxicação e emagrecimento. Melhora a digestão, a resposta hepática e potencializa o aumento de ingestão de líquidos. Como ingerir: substituir o vinagre por limão no tempero; num copo com água; acrescentar raspas da casca de limão numa salada ou legumes salteados ou até numa papa de aveia logo pela manhã © Visual Hunt.

Seguro de saúde para o seu animal de estimação
Dia da Criança
Ainda não sabe o que oferecer no Dia da Mãe?
Dia da Mãe
Estivemos na 50ª edição da Moda Lisboa!
Programa inesquecível a dois
Outras galerias
  • Água


    É muitas vezes esquecida e, devido à sua falta de ingestão, o nosso corpo acumula toxinas de forma exagerada. A água é o condutor universal e no nosso organismo é usada para hidratar e oxigenar os tecidos, para fluir os líquidos internos tais como o sangue e auxiliar na limpeza interna. Como ingerir: todos os dias, regularmente, até a urina sair transparente, de forma a “limpar” o corpo © Facebook Memobottle.

     

  • Aipo


    Adorado por alguns e odiado por muitos. Apesar do seu sabor intenso, é rico em vitaminas e minerais e contém também uma boa quantidade de água, fazendo com que este alimento seja muitas vezes incluído em dietas 'detox'. A sua boa dose de fibra ajuda a saciar, mas os seus nutrientes auxiliam também na drenagem e desintoxicação hepática. Como ingerir: em sumos, sopas, bem picado com legumes salteados ou até numa salada © Visual Hunt.

     

  • Alcachofra


    Auxilia na digestão e na desintoxicação hepática, através do aumento da produção da bílis. Como ingerir: pode-­se comer o coração da alcachofra em legumes salteados, por exemplo, ou ingerir infusão de folhas de alcachofra © Visual Hunt.

     

  • Abacate


    Rico em várias vitaminas, minerais e gorduras, é o alimento mais alcalino que existe. Por ser alcalino é um alimento que auxilia no balanço ácido‐base do nosso organismo, proporcionando o seu equilíbrio e bom funcionamento. Como ingerir: numa salada, num pão barrado diretamente ou no famoso guacamole © Visual Hunt.

     

  • Alho e alho francês


    Contêm um fitonutriente potentíssimo, que depois de esmagado, cortado ou triturado se transforma em alicina, um potencializador do nosso sistema imunitário e um desintoxicante natural. Como ingerir: em infusão, na comida como tempero, ou também cru, por exemplo numa fatia de pão com um fio de azeite e ervas aromáticas © Visual Hunt.

     

  • Beterraba


    É rica em vitaminas, minerais, fibra e alguns fitonutrientes que lhe proporcionam a cor intensa. Tanto as suas vitaminas, como os seus fitonutrientes são potentes antioxidantes que combatem os radicais livres. Como ingerir: o seu sabor típico de terra é mais acentuado se ingerir cozinhado. No entanto, sugiro a beterraba crua, em saladas ou ligeiramente salteada. Não só dá cor como sabor e muita saúde © Visual Hunt.

     

  • Brócolos


    Quer seja pelo Indol-3-Carbinol (fitonutriente), quer seja pelo glicosinolato, este é aquele alimento que é muito rico nutricionalmente mas não tem calorias. É uma boa ferramenta para tornar o nosso sangue mais depurado e um potente anti-­inflamatório. Como ingerir: preferencialmente cru ou salteado. Se cozer, não deixe cozer demais, pois as propriedades fantásticas que tem podem diminuir significativamente © Visual Hunt.

     

  • Cardo mariano


    Planta que encontrarmos habitualmente em matas e que fugimos dela sempre que a vemos. No entanto é um maravilhoso desintoxicante hepático. Como ingerir: Infusão. Chá da planta à venda na Ervan'area – Chás, Infusões e Especiarias (https://www.facebook.com/ervanarea/). 50g, €2 © Visual Hunt.

     

  • Couves


    São ricas em vitaminas, minerais e muita fibra, tendo várias características anti‐inflamatórias. São ainda ricas em clorofila, o sangue das plantas que também auxilia o nosso sangue, melhorando a oxigenação das nossas células. Como ingerir: num sumo, na sopa, em legumes salteados ou numa salada © Visual Hunt.

     

  • Erva-príncipe


    Utilizada para a desintoxicação do fígado, rim e bexiga, é uma planta aromática com propriedades calmantes e protege e melhora a circulação sanguínea. Como ingerir: em óleo essencial, até pode ser incluído na comida,; 1 a 2 gotas num copo de água; ou, tradicionalmente numa infusão. Chá Erva-príncipe Ervital. 40g, €2,59. À venda no Brio.

     

  • Curcuma


    Também conhecido como açafrão das índias, é talvez o alimento mais estudado pela sua ação anti­‐inflamatória forte, podendo ser potencializada quando juntamos pimenta, preferencialmente a preta ou a caiena. Como ingerir: crua, numa salada ou legumes salteados, num arroz ou massa, num sumo e sempre que quiser, não há limites! © Visual Hunt.

     

  • Dente-leão


    É uma planta drenante, que auxilia a drenagem das toxinas do nosso corpo e aumenta ligeiramente a diurese. Como ingerir: infusão. À venda na Ervan'area – Chás, Infusões e Especiarias. 50g, €2.

     

  • Erva‐trigo


    Este é um alimento que tem qualidades surpreendentes e que beneficia todo o nosso sistema, incluindo fígado, rins, o cólon e o sangue. Como ingerir: em sumos. Erva Trigo Pó Iswari, €8. À venda nos supermercados Brio.

     

  • Gengibre


    É um vasodilatador natural que melhora a circulação sanguínea e tem propriedades adstringentes interessantes para o nosso organismo. Como ingerir: na comida, num sumo ou numa infusão © Visual Hunt.

     

  • Limão


    Muito conhecido e sempre associado a processos de desintoxicação e emagrecimento. Melhora a digestão, a resposta hepática e potencializa o aumento de ingestão de líquidos. Como ingerir: substituir o vinagre por limão no tempero; num copo com água; acrescentar raspas da casca de limão numa salada ou legumes salteados ou até numa papa de aveia logo pela manhã © Visual Hunt.

     

PUB


15 alimentos detox que deve ter sempre em casa

Provavelmente até já os tem todos e, se assim é, use e abuse deles. Comece por estas duas receitas.

Há um conjunto de alimentos que ajuda no processo de desintoxicação natural do organismo e que devemos ter à mão naqueles dias, semanas, meses em que o corpo ‘pede’ uma limpeza.

Uma das formas de os incorporarmos na nossa alimentação é através de sumos e sopas detox. A nutricionista Magda Roma explica à LuxWOMAN que, “nos dias de hoje estamos tão intoxicados, seja pelo tipo de alimentação que fazemos, pelo stress e sedentarismo, pela falta de ingestão de líquidos e de alimentos ricos em nutrientes necessários, que é quase imprescindível não contemplar estes sumos no nosso novo estilo de vida”.

Os benefícios dos sumos e sopas detox passam por “nutrir o nosso corpo com vitaminas, minerais, fitonutrientes, suprimir algumas das nossas necessidades nutricionais, bem como fornecer compostos que auxiliam a limpeza, depuração e desintoxicação do organismo”, acrescenta a responsável.

Qual a melhor altura do dia para ingerir um destes ‘shots’ de vitaminas? De acordo com Magda Roma, “a melhor hora é de manhã, para iniciarmos o nosso dia com o máximo de componentes nutricionais funcionais”.

O ideal será beber um a dois sumos detox por dia só até ao início da tarde. “Os sumos são feitos essencialmente com vegetais, legumes e fruta, sendo que esta última é rica em frutose, um açúcar de rápida absorção, logo ingerir estes sumos de manhã ou a meio do dia é interessante para que este tipo de açúcar seja rapidamente consumido pelas nossas atividades normais diárias”, revela a nutricionista.

Questionada como deverá ser o resto da alimentação no dia a dia quando se está numa ‘semana detox’, Magda responde que se deve “optar por vegetais e legumes o mais frescos, biológicos e crus possíveis”. Além disso, “deverão ser ainda consumidos frutos secos, ricos em ómega 3, um potente anti-inflamatório” e “usar curcuma e pimenta preta ou caiena para ativar a circulação sanguínea e acelerar o processo de desintoxicação”. Não esquecer ainda de “ingerir líquidos e infusões drenantes, como o dente-de-leão e barba de milho, e evitar consumir produtos de origem animal.”

Uma das dicas que Magda deixa para se ter em mente ao longo do ano, e não apenas nestas alturas de desintoxicação, é optar por produtos biológicos, devido “contaminantes agrotóxicos e químicos usados na agricultura e pecuária” e que são tóxicos para o nosso organismo. “É importante saber escolher e dar preferência ao biológico”, frisa.

Descubra na galeria 15 alimentos, bem como as várias formas de os ingerir, explicados pela nutricionista. E se tiver espinafres à mão, pode começar já com estas duas receitas ‘detox’, sugeridas pelos supermercados biológicos Brio.

Sumo de Ananás com Espinafres e Hortelã

Ingredientes:

– Metade de um ananás

– 1 mão de espinafres

– 2 folhinha de hortelã

– 250 ml de água

– 1 c. chá de sementes de linhaça moída

Modo de Preparação:

Descasque o ananás. De seguida, coloque os ingredientes no liquidificador. No final, decore com uma folha de hortelã.

Sopa ‘detox’ de Espinafre

Ingredientes (2 porções):

1 molho de espinafre

1 cebola

1 c. sopa de azeite extra virgem

2 c. sopa de linhaça dourada (pode ser a castanha)

1 c. sopa de castanha de caju torrada e sem sal

1 batata doce média

1 pitada de sal marinho

2 chávenas de chá de água

Preparação:

Lave os espinafres e separe somente as folhas (use o talo para outras receitas). Coloque a linhaça num recipiente e acrescente 5 colheres de sopa de água e reserve até formar o gel de linhaça (passado cerca de meia hora, já pode ser usada).

Coloque o azeite numa panela com a cebola cortada em fatias; depois de a cebola alourar, acrescente os espinafres, a batata doce descascada e cortada em rodelas. Junte as 2 chávenas de água e deixe cozinhar. Desligue quando a batata doce ficar macia.

Coloque no liquidificador o conteúdo da panela, o gel de linhaça que se formou e acrescente um pouco de água. Bata bem.

Coloque de novo a sopa na panela, acrescente um pouco de sal (pouco mesmo) e aqueça. Está pronta.

Veja mais em Lifestyle

  • Bershka: os cartoon estão de volta!

    A tendência dos anos 90 não só reinterpreta a moda e as peças que mais se destacaram naquela época, como vai...

    Leonor Antolin TeixeiraNovembro 20, 2018
  • Uma Viagem Encantada para entrar em 2019

    O Hotel Cascais Miragem preparou uma Festa de Passagem de Ano memorável. Prepare-se para entrar num mundo fantástico onde tudo pode...

    Patricia Toste de SousaNovembro 14, 2018
  • O restaurante Peixola já serve almoços ao fim de semana

    O restaurante Peixola, na Rua do Alecrim, em Lisboa, está aberto para almoços, apenas nos fins de semana, com novas receitas...

    Patricia Toste de SousaNovembro 7, 2018
  • Portugal Fashion: o desfile da Lion of Porches

    Foi acompanhada pelos dois filhos, Mel e Noah, que a manequim Diana Pereira aceitou o convite da Lion of Porches para...

    Leonor Antolin TeixeiraOutubro 26, 2018
  • Lanches saudáveis?

    Sim, é possível com o novo livro de Ana Garcez, licenciada em Ensino, mestre em Musicoterapia e pós-graduada em Health Coaching...

    Leonor Antolin TeixeiraOutubro 22, 2018
  • A Zippy e o Halloween

    Está à procura de sugestões diferentes para a noite de Halloween? A Zippy tem propostas divertidas, originais e que brilham no...

    Leonor Antolin TeixeiraOutubro 22, 2018
  • Essenciais de inverno com a Mahrla

    Chega o frio e a chuva e a vontade de roupa mais aconchegante… Nesta estação as sweatshirts (jumpers) são uma das...

    Leonor Antolin TeixeiraOutubro 19, 2018
  • Vem aí o Halloween… Prepare-se com as propostas Steve Madden

    Neste Halloween vista-se a rigor e festeje a noite mais assustadora do ano, em grande estilo com peças Steve Madden. Quer...

    Leonor Antolin TeixeiraOutubro 19, 2018
  • Dave Matthews Band em Lisboa em abril!

    Lisboa é a cidade escolhida para o encerramento da tour que teve início em março, em Londres. O concerto em Portugal...

    Leonor Antolin TeixeiraOutubro 19, 2018

PUB