[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

A minha 1ª Comic Con (e a de Portugal)

1 de 2

Este fim de semana, cruzei-me com personagens incríveis, que até ao momento conhecia apenas no universo da banda desenhada, do cinema, da televisão e dos videojogos. Vi o Batman e a Alice no País das Maravilhas, e ainda tive de fugir de uns quantos zombies que escaparam da série ‘The Walking Dead’.

Estes encontros e desencontros tiveram lugar na primeira Comic Con Portugal, um evento inteiramente dedicado à cultura pop. A cidade de San Diego, na Califórnia, foi o primeiro local a receber esta convenção, corria o ano de 1970. A adesão foi imediata. O evento galgou fronteiras, espalhou-se por outros países e, entre 5 e 7 de dezembro, desembarcou em terras lusas.

Fui sem saber muito bem o que esperar, e saí fascinada com aquele mundo que me era tão distante e pouco familiar. Cheguei por volta das 17h de sábado. Não esperava encontrar tantos cosplayers (pessoas que se mascaram de personagens de filmes, séries, BD, videojogos e anime) vestidos a rigor, exatamente iguais aos seus super-heróis e vilões preferidos.

O evento reúne homens e mulheres de todas as idades, e foram muitos os que se deslocaram à Exponor, no Porto, para verem de perto os atores internacionais que marcaram presença no evento, como Seth Gilliam, da série ‘The Walking Dead’, e Paul Blackthorne, da série ‘Arrow’.

À medida que caminhava pelo espaço – com alguma dificuldade, confesso, devido à imensa agitação – deparava-me com bancas de editoras, torneios de jogos de tabuleiros, workshops de desenho… Um sem número de atividades, autêntico chamariz de multidões. Havia uma zona dedicada só a ilustrações, onde vários artistas portugueses tiveram a oportunidade de expor e vender os seus trabalhos.

1 de 2

Veja mais em R3dação

PUB