[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

No epicentro da G-Star RAW

No início de julho viajámos até Amesterdão para conhecer Rebekka Bach, a designer das coleções de senhora da G-Star RAW. Conversámos com ela (pode ler a entrevista na LuxWOMAN de setembro!) e passámos uma manhã nos head quarters (HQ) da marca.

Mas para percebermos melhor o que é a G-Star, não basta conhecer a designer, é preciso viver um pouco a essência da marca. E foi o que o que aconteceu…

8h da manhã: embarcamos no RAW Ferry, um ferry customizado com o design da marca. Ao chegar aos HQ, deparamo-nos com um edifício com diferentes texturas em tons de cinzento e vidro, com a assinatura do arquiteto holandês Rem Koolhaas, da OMA.

Como a nossa chegada foi de barco, vimos primeiro as traseiras do edifício, cuja inspiração é a de um hangar de aviões. Uau, é lindo!

Na receção, de um lado estão manequins femininos alinhados e do outro, dez manequins masculinos também alinhados, com as novas calças Elwood vestidas.

Enquanto esperávamos pelas nossas entrevistas, jornalistas de outros países e eu sentámo-nos nas cadeiras Prouvé RAW, uma interpretação do design do modernista Jean Prouvé, que a G-Star lançou, dispostas à volta de uma grande mesa retangular.

O interior dos HQ é silencioso e organizado em open space. Dizem, em tom de brincadeira, que é para não perderem tempo com trocas de e-mail internas.

10h da manhã: começam as entrevistas a Rebekka Bach e eu fui a primeira.

Meio-dia: almoço no restaurante G-Star, um espaço com diferentes opções, onde é só respeitar a fila e, no final, arrumar a loiça suja.

1h da tarde: visita guiada pelos HQ. No 2.º andar, encontra-se o departamento de design das coleções, onde Rebekka Bach trabalha. No 1.º andar, estão os projetos especiais, é onde são desenvolvidas as peças para clientes também especiais, como Pharrell Williams, e Jonathan Ive (designer da Apple), e onde é criado o design das lojas.

No andar -1, encontro o arquivo, com todas as peças vintage que a G-Star adquiriu ao longo dos anos, que servem muitas vezes de inspiração para novas peças. Também neste piso se encontram os estúdios de fotografia para a loja online.

Com esta visita ficamos a saber que, para a G-Star, a arquitetura, a engenharia – bem, no fundo, a funcionalidade – é o que mais a inspira. E que um contador de gás ou de eletricidade pode ser ponto de partida para pormenores de design das suas lojas. Afinal, o slogan da marca é ‘Apenas o Produto’.

Imagem de destaque: head quarters da G-Star RAW. Foto © G-Star RAW.

Veja mais em R3dação

PUB