[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Brunch em Lisboa – Epic

Fomos conhecer dois brunches lisboetas, da cadeia de hotéis Sana. A jornalista Mariana Cardoso foi ao Epic, com serviço a la carte, e adorou. A Carla Macedo testou a versão buffet, no Hotel Myriad. Descubra as diferenças e escolha o que mais lhe apetecer… se conseguir.

Lembro-me perfeitamente de acordar no sábado com a sensação de que iria ter um bom dia, e não estava enganada. A convite do EPIC Sana Lisboa, fui experimentar o brunch que servem no Flor-de-Lis. Um brunch um pouco diferente: servido à mesa, com o objetivo de proporcionar o máximo de conforto, com três menus distintos que se complementam e que podem ser personalizados consoante o gosto.

Marquei para a uma da tarde, porque, sendo sábado, sabia que não queria levantar-me muito cedo. Quando finalmente cheguei às Amoreiras (sim, porque me enganei e fui parar ao Sana ao pé do Marquês de Pombal), fui recebida pela chefe de sala, que me mostrou a minha mesa. Fui sozinha e tenho a dizer que me soube muito bem ter aquelas horas só para mim, numa mesa ao pé da janela, com o sol a bater de leve e com vista para o rio.

Ao sentar-me, encontrei uma carta de boas-vindas da Direção de Marketing e Comunicação da SANA Hotels. Fui em jejum como me tinham recomendado e pronta para me deliciar com o brunch!

Apresentaram-me os três menus distintos (Menu de Boas-Vindas na Mesa, Light Brunch e EPIC Brunch) e decidi optar pelo Light Brunch, porque nunca iria conseguir comer o EPIC sozinha (vontade não me faltava, mas era sem dúvida uma daquelas situações ‘mais olhos do que barriga’).

O meu brunch consistia no Menu de Boas-Vindas na Mesa (que incluía doces de pastelaria, seleção de pães, doces caseiros, iogurte, fiambre, queijo, trio de sumos energéticos e sumo de laranja) e o Light Brunch com degustação do chefe, sushi e sashimi, omeletes, ovo mexidos ou estrelados a gosto, fruta laminada, café e pastel de nata. Parece impossível comer tanto, mas eu lá consegui a proeza!

Comecei pelo sumo de laranja natural acompanhado com uma seleção de pães e manteigas. Seguiram-se os doces de pastelaria, como bolo de arroz, queques, palmier, pastel de nata e croissants e o iogurte com granola. O serviço parecia um espetáculo sincronizado até ao último minuto. Os pratos vinham na altura certa, com os intervalos cronometrados para descansar o estômago. Pedi os ovos mexidos e acabei a primeira parte da refeição com o trio de sumos (beterraba, laranja/cenoura e vitaminado) para limpar o palato.

Estava um pouco reticente em relação ao sushi que iriam servir, mas fiquei boquiaberta! Estava delicioso e apeteceu-me repetir, apesar de o meu estômago já estar cheio. Quando já achava que estava a terminar, lembrei-me de que ainda faltava a degustação do chefe, composto por quatro pequenas saladas frias: salada césar, batata com bacon, grão com bacalhau e legumes cozidos.

Ainda consegui arranjar espaço para a fruta laminada, mas já só desejava que o café e o pastel de nata chegassem! O café acalmou-me o estômago e ainda consegui arranjar espaço para os dois pastéis de nata pequeninos (sim, porque quem come um come dois, certo?). Fiquei bastante satisfeita e decidida a voltar, mas da próxima vez com companhia e coragem para experimentar o EPIC Brunch!

Brunch EPIC Sana, Flor-de-Lis

Todos os sábados, das 11h às 16h.

Menu Boas-Vindas na Mesa: €16/pessoa | Menu Light Brunch: €25/pessoa | Menu EPIC Brunch: €35/pessoa (pode ainda optar pelo Menu À La Carte).

Crianças entre os 5 e 12 anos, 50% sobre o PVP de adulto. Crianças até aos 4 anos não pagam.

Avenida Engenheiro Duarte Pacheco, 15, Lisboa.

Tel.: 211 597 300

Email: info.lisboa@epic.sanahotels.com

Agora que já sabe como é o brunch no Epic, descubra aqui como as coisas acontecem no Myriad e decida!

Veja mais em R3dação

PUB