[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Olhão em família

2 de 2

Há também uma outra história que faz parte da História e do orgulho da cidade: a dos pescadores que foram até ao Brasil, em 1808, avisar o rei de que podia voltar, que a Restauração da Independência já tinha começado, e logo ali, em Olhão. A réplica do Bom Sucesso, o barco, está hoje ancorada no cais e é visitável.

É certo que o ponto desta visita à cidade chegou depois, quando entrámos no Mercado de Peixe. Sábado é um dia cheio de movimento, com bancas fora e dentro do recinto. São estas, sem dúvida, as mais bonitas, com o peixe tão fresco que parece vivo. As peixeiras tiram a pele aos pequenos tubarões, os pata-roxa, as crianças confundem o lombo do atum com carne de vaca, as ostras reluzem já sem pérolas. Queremos comprar o peixe todo e levá-lo para o almoço.

Mas o almoço será na Culatra, junto ao Forte de Santa Maria, onde nos esperam acepipes menos marinhos. Sim, há mexilhões e camarões, mas também presunto, pão e rissóis. O lugar não poderia ser mais paradisíaco. Mar azul à nossa frente, mar chão mesmo a pedir mergulhos… Só que a água está fria.

A bordo do ferry que nos leva de volta a Olhão, fico a saber que este barco faz o serviço de transfer entre o hotel e a ilha durante o verão e também passeios na Ria Formosa com observação de cetáceos e de cavalos-marinhos.

De volta ao hotel, experimentamos o serviço à la carte do restaurante, que não está nada mal, enquanto os mais novos se deliciam com hambúrgueres e batatas fritas.

No domingo o programa é livre. Preguiçamos pelo hotel, nadamos na piscina interior e cumprimos a única obrigação do dia: uma hora de massagem no spa.

À saída, as crianças perguntam: “Mãe, que nota vais dar a este hotel? Dá muito bom!” Os nossos critérios não são os mesmos, mas não posso, neste caso, discordar muito dos mais pequenos. É que tivemos um ótimo fim de semana em família.

Imagem de destaque: Real Marina Hotel & Spa.

2 de 2

Veja mais em R3dação

PUB