[wlm_register_Passatempos]
Siga-nos
Topo

Música e motivação no meu pulso

Eu sou aquela pessoa que quando vai treinar leva todos os dispositivos atrás: o leitor de música, o relógio, o telemóvel… Fora a garrafa de água e as chaves de casa! Isto não só não é prático como acaba por me atrapalhar os treinos.

Por isso, quando tive a oportunidade de testar o novo relógio desportivo da Tom Tom, fiquei entusiasmadíssima. Finalmente, ia poder treinar sem ‘tralha’ mas sempre com a minha música por perto.

Onde? No meu pulso. Isto é, no meu relógio. O Tom Tom Spark Cardio + Music é um 3-em-1: dá-me as horas, dá-me os progressos do meu treino e dá-me música! Que mais poderia eu pedir?

A vontade de experimentar o relógio era tanta que se sobrepôs ao cansaço no final de um dia de trabalho. Assim, numa tarde de sexta-feira, decidi fazer-me à estrada.

Liguei o relógio, ajustei-o ao meu pulso, inseri o meus dados pessoais, selecionei o modo de corrida, estipulei como meta final os 5 km e arranquei. Tinha um paredão inteiro à minha frente e uma seleção de músicas à minha disposição, que podia ouvir com os auscultadores sem fios e com ligação ao aparelho via Bluetooth.

Com 3GB de memória, o relógio tem capacidade para armazenar cerca de 500 canções, que podem ser transferidas a partir do iTunes e do Windows Media Player. E também armazena todos os meus treinos, como depois pude constatar.

As batidas energéticas conseguiram motivar-me no arranque inicial, mas ao fim de 30 minutos de corrida comecei a abrandar a passada. Preparava-me para desistir quando o relógio vibrou.

Se o objeto falasse, ter-me-ia dito: ‘Não desistas! Estás na reta final!’ E estava mesmo. Quando olhei para o meu pulso direito, vi que já tinha percorrido 90% da distância estipulada. Vitória!

Na manhã do dia seguinte, voltei à carga. Depois de oito horas de sono – o relógio também monitoriza as horas dormidas –, acordei fresca e pronta para mais um treino, desta vez mais calmo e sem música.

O objetivo focava-se não na distância mas no gasto calórico. Fiquei surpreendida quando, ao fim de uma hora, constatei que tinha ‘queimado’ mais de 500 kcal com o meu treino habitual de resistência e força.

Mantive-me sempre entre as zonas de treino ‘Cardio’, nível 3, e ‘Velocidade’, nível 4, num total de cinco níveis. Além destes dados, o relógio fornece, em tempo real e sem precisar de uma desconfortável banda cardíaca ao peito, informação precisa sobre o meu ritmo cardíaco.

No domingo estava cansada e pouco treinei. Por isso, quando cheguei a casa ao final do dia, não tinha atingido os 10.000 passos diários. Isto deu-me uma enorme motivação para me mexer. Dancei enquanto fiz o jantar e vi os passos aumentarem. Passei da zona ‘Fácil’, nível 1, para a zona ‘Fitness’, nível 2, em poucos minutos.

Todos os passos e movimentos contam. E o relógio regista tudo! Apesar de ser um aparelho desportivo, o Tom Tom Spark Cardio + Music também pode ser usado no dia a dia, graças ao seu design simples e funcional, e às múltiplas funcionalidades que integra.

No final, basta sincronizar o relógio com a aplicação Tom Tom My Sports para ver o meu progresso físico. E, assim, manter-me motivada!

P.V.P.: €249,95.

Veja mais em R3dação

PUB